a versão 2 do naPraia... o original começou em http://napraia.blogs.ca.ua.pt
pesquisar neste blog
posts recentes

E com este são 10.000 posts :)

SAPO Campus: uma experiência em desenvolvimento (resumo)

Quem é que na UA conhece o Sapo Campus UA?

"Where we go from here?"

Sapo Campus Escolas: Apresentação de conceito

Videojogos em LabMM 3/NTC/UA

Avaliação: 150 itens por aluno?

E se publicar um post significar alguma coisa para alguém?

Aveiro By Water video

Facebook: like + dislike = ?

arquivos

Fevereiro 2013

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006
Avaliação da participação on-line em ambientes de e-Learning (parte 6)
(finalmente voltei a este assunto começado aqui. É interessante voltar numa altura em que já tenho novas ideias e novos projectos relacionados com esta questão da avaliação da participação on-line. Mas isso fica para mais tarde...)

Avaliação qualitativa das participações

Para avaliar as participações dos alunos era fundamental definir à partida uma escala que fosse adequada aos objectivos pretendidos. Após uma pesquisa exaustiva consegui encontrar um trabalho desenvolvido por Rob Phillips, intitulado Facilitating online discussions for interactive multimedia project management, que apresentava uma escala de avaliação que viria a ser adoptada para este processo de avaliação e cuja tradução para português se apresenta de seguida.

Escala para avaliação da qualidade das participações:
A - Excelente contributo, demonstra compreensão profunda, leva o debate para novas áreas
B - Bom contributo, demonstra compreensão, faz progredir o debate
C - Tentativa de envolvimento na discussão, demonstra pouca compreensão dos assuntos, não faz progredir o debate
D - Demonstra acompanhamento das discussões
E - Irrelevante, inútil

Um dos motivos que levou à adopção desta escala foi o facto de ela estar dividida apenas em 5 níveis (de A a E) de qualidade das participações, o que permite tornar o processo de avaliação de uma mensagem numa tarefa rápida e simples de realizar. Uma escala demasiado complexa, por exemplo com muitos níveis ou com mais parâmetros de avaliação, facilmente tornaria o próprio processo de avaliação demasiado complexo e demorado para aplicar neste contexto.

É importante referir que, no meu caso, sabia à partida que este processo de avaliação, durante a leccionação de uma disciplina, teria que ser aplicado a várias centenas de participações. Sabendo também pelas experiências anteriores, que o próprio processo de moderação e incentivo da participação dos alunos é já de si uma tarefa muito exigente para o e-professor/e-moderador, existia a noção clara que um aspecto crítico para o sucesso desta proposta passava por conseguir encontrar um método de avaliação das mensagens que representasse uma sobrecarga de trabalho mínima.

O outro aspecto fundamental que levou à adopção desta escala foi ter considerado que a divisão apresentada entre os diferentes níveis permite avaliar as mensagens não apenas pelo seu conteúdo científico mas também pela sua contribuição para a construção da comunidade de aprendizagem. Pessoalmente discordo daqueles que apenas consideram importantes para avaliação as participações com conteúdos cientificamente relevantes para os objectivos da disciplina. Na minha perspectiva, se a metodologia pedagógica da disciplina tem por objectivo a construção de uma comunidade de aprendizagem, então as mensagens que desempenham um papel positivo na construção de relações entre os participantes são importantes e por isso devem ser valorizadas na avaliação final do aluno. Obviamente que não defendo que, em situações normais, essas participações possam ser avaliadas como mensagens de nível muito elevado.

No próximo post falarei do método utilizado para o registo da avaliação das participações.
tags: , , ,

publicado por carlossantos às 23:50

mais sobre mim
tags

todas as tags

links
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post