a versão 2 do naPraia... o original começou em http://napraia.blogs.ca.ua.pt
pesquisar neste blog
posts recentes

E com este são 10.000 posts :)

SAPO Campus: uma experiência em desenvolvimento (resumo)

Quem é que na UA conhece o Sapo Campus UA?

"Where we go from here?"

Sapo Campus Escolas: Apresentação de conceito

Videojogos em LabMM 3/NTC/UA

Avaliação: 150 itens por aluno?

E se publicar um post significar alguma coisa para alguém?

Aveiro By Water video

Facebook: like + dislike = ?

arquivos

Fevereiro 2013

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010
Não é bem a minha praia...

... dar aulas a alunos de música. Mas hoje voltei a dar uma aula para os alunos da opção "Estudos em Performance", a convite da Nancy Lee Harper.

 

O objectivo desta participação passava por discutir soluções para o desafio académico, e também pessoal, que têm que enfrentar até ao final do semestre: a criação de uma presença profissional na Web. Esta temática é especialmente importante porque todos os alunos são músicos e têm como objectivo tornar mais visível o seu trabalho.

Para lançar a conversa voltei a utilizar a apresentação preparada para a edição do ano passado: Identidade(s)

Identidade(s)
View more presentations from Carlos Santos.

Pela minha parte gostei do resultado. É um desafio interessante dinamizar este tipo de conversa com um público que não conhece, nem tem que conhecer, os aspectos tecnológicos do funcionamento da Web e a evolução dos seus serviços.

 

A maior surpresa da tarde foi o desconhecimento quase generalizado do twitter. Se não me engano, entre um grupo de aproximadamente 20 alunos, só uma pessoa tinha experimentado criar uma conta e não tinha encontrado qualquer interesse na utilização do serviço.

Por outro lado, só 3 não tinham um perfil no Facebook. Dá que pensar...

 

Da minha parte ficou o desafio para pensarem na gestão da sua Identidade Digital de uma forma abrangente, mas também realista. Criar contas em serviços é simples, mas mantê-las relevantes exige trabalho e dedicação. No entanto, nos dias de hoje, não faz sentido ignorar o potencial dos serviços com uma vertente mais social. Um blog (o ponto de partida colocado aos alunos) pode ser muito interessante mas, por si só, dificilmente garante uma boa divulgação dos conteúdos. Não é verdade que todos ficamos a aguardar pelo primeiro comentário ao post que acabámos de escrever? :)

 

A minha colaboração com estes alunos foi pontual e voluntária. Apesar de ter terminado, manifestei a minha disponibilidade para conversar sempre que precisem de ajuda e me encontrem no Bar ou noutro espaço do DeCA.

Tenho alguma pena que este tipo de colaboração entre áreas científicas não seja mais promovido e assumido institucionalmente. Gostava de ter condições para ajudar mais e conseguir acompanhar o processo de descoberta que está a começar. É pensar positivo e acreditar que será possível em edições futuras!

 

PS: Um desafio interessante foi ter que dar a aula sem acesso à net! Coisas da tecnologia :D


tags: , , , , ,

publicado por carlossantos às 23:09

6

De Helder Bernardo a 15 de Outubro de 2010 às 05:46
Em relação à diferença twitter e facebook, estava a ler há pouco um artigo que mostrava em números quanto valia a diferença de publicar e "vender" nas diferentes plataformas. Interessante.

http://www.fastcompany.com/1695036/twitter-vs-facebook-value-eventbrite

Nota: Tal como o grupo da sala tb sou utililizador assíduo do facebook e nunca usei seriamente o twitter (acho que nunca o entendi sequer :-)


De carlossantos a 15 de Outubro de 2010 às 11:16
Helder, obrigado pelo link. Não conhecia estes valores.

A minha utilização do facebook é pontual e, na grande maioria, alimentada através do twitter. Raramente publico por lá conteúdos mas concordo que é um excelente meio de divulgação e de interacção sobre esses mesmos conteúdos.

O twitter só faz sentido quando conseguimos reunir uma rede de contactos (pessoas a seguir e pessoas que nos seguem) que seja relevante para a utilização que pretendemos dar. No meu caso, a minha rede de contactos no twitter é muito relevante para a minha actividade de investigador.


De mlucas a 15 de Outubro de 2010 às 09:26
Muito interessante Carlos!
Adorei o post e a experiência que descreves.

Realmente é de louvar iniciativas que promovam a colaboração entre áreas científicas, mas para assumir/concretizar isso, quantos 'csantos' seriam precisos?!

:p


De carlossantos a 15 de Outubro de 2010 às 11:18
Obrigado Margarida :)

O meu post era muito no sentido de achar que este tipo de colaboração deve ser assumida institucionalmente e não ser apenas algo em regime de "voluntariado". Esse será o passo mais seguro para que mais pessoas possam colaborar neste tipo de iniciativas.


De Sinésio a 25 de Outubro de 2010 às 19:30
"Onde é que eu já tinha visto isto?"

Foi o mesmo método de ensino aos alunos da Academia de Verão.

Foi muito interessante.


De carlossantos a 25 de Outubro de 2010 às 22:54
É verdade :)
Esta apresentação foi das mais rápidas que alguma vez fiz e já foi útil em várias circunstâncias!

Obrigado!


Comentar post

mais sobre mim
tags

todas as tags

links
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post