a versão 2 do naPraia... o original começou em http://napraia.blogs.ca.ua.pt
pesquisar neste blog
posts recentes

E com este são 10.000 posts :)

SAPO Campus: uma experiência em desenvolvimento (resumo)

Quem é que na UA conhece o Sapo Campus UA?

"Where we go from here?"

Sapo Campus Escolas: Apresentação de conceito

Videojogos em LabMM 3/NTC/UA

Avaliação: 150 itens por aluno?

E se publicar um post significar alguma coisa para alguém?

Aveiro By Water video

Facebook: like + dislike = ?

arquivos

Fevereiro 2013

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007
Second Life no Sapo Codebits (parte 4)
E continuando o post anterior, aqui fica o título e a sinopse do workshop da Gywn.

"The Matrix Reloaded: Presença/Identidade, Comunicação e Colaboração no Desktop de 2020"

"Prever o futuro da forma como nos relacionamos com computadores nunca foi fácil — a maior parte das pessoas em 1969, quando a Internet foi lançada, nunca imaginou que tinha nas mãos uma tecnologia que, quarenta anos mais tarde, chegaria a um terço da população do planeta (2 biliões de utilizadores da Internet em 2007). Quando a Ethernet foi desenvolvida pela Xerox, tinha a capacidade de 1 Mbps, numa altura em que um modem a 4800 bps era uma sensação, e não se pensava que fosse preciso mais largura de banda, pois não existiam aplicações que tirassem partido delas. O Apple Lisa (um dos primeiros com um interface gráfico de utilizador) era a preto e branco, porque a cor não era precisa para "trabalho a sério", mas apenas para jogos. Quando o Windows 2.0 foi lançado, os peritos em DOS nunca acreditaram que um dia os interfaces gráficos de utilizador relegariam para um canto a command-line shell; "janelas" e "navegação por menus com um rato" seriam apenas brincadeiras (para utilizadores de Macintosh e algumas aplicações muito especializadas).

Hoje em dia, usamos regularmente no nosso desktop, pelo menos desde 1995, um qualquer interface gráfico a 2D, e acreditamos "que será sempre assim", e ligamo-nos à net constantemente (com modems e GSM a 9600 em 1995; com broadband e wireless/3G em 2007). Estamos de tal forma habituados a este paradigma que não conseguimos imaginar qualquer alternativa, porque nos parece sempre artificial, forçada, muito lenta, e pouco natural.

Os mundos virtuais em 3D permitem-nos explorar outras formas de interagir com pessoas fisicamente distantes entre si: presença/identidade (vemos quem interage connosco), comunicação (falamos com outras pessoas de diversas formas e por vários canais) e colaboração (podemos trabalhar em conjunto com outras pessoas, e vemos as mudanças acontecerem em tempo real de forma natural). O que temos hoje em dia em 2D é apenas um interface artificial, forçado, e pouco natural que nos permite também aceder a estes conceitos, mas de forma limitada! O mundo de amanhã vai trazer para o nosso desktop um paradigma que, para nós, seres humanos habitando um universo em 3D, nos parecerá bem mais próximo da forma como nos identificamos, como comunicamos e como colaboramos.

"Ninguém vai carregar uma aplicação pesadíssima que leva 15 minutos a arrancar e consome todo o CPU e puxa a placa gráfica aos limites apenas para comunicar e colaborar em 3D, quando podem fazer isso hoje em 2D." — Anónimo, 2007.

E quando este processo levar 15 segundos e correr em qualquer computador ou dispositivo móvel?"
tags:

publicado por carlossantos às 10:39

1

De shift happens « a caixa a 18 de Outubro de 2007 às 11:56
[...] update: a respeito desta coisa das tecnologias, dos problemas e da evolução, parece-me muito interessante um dos workshops que irá acontecer no Sapo Codebits, apresentado pela Gywn: “The Matrix Reloaded: Presença/Identidade, Comunicação e Colaboração no Desktop de 2020“. mais informações podem ser encontradas aqui. [...]


Comentar post

mais sobre mim
tags

todas as tags

links
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post