a versão 2 do naPraia... o original começou em http://napraia.blogs.ca.ua.pt
pesquisar neste blog
posts recentes

E com este são 10.000 posts :)

SAPO Campus: uma experiência em desenvolvimento (resumo)

Quem é que na UA conhece o Sapo Campus UA?

"Where we go from here?"

Sapo Campus Escolas: Apresentação de conceito

Videojogos em LabMM 3/NTC/UA

Avaliação: 150 itens por aluno?

E se publicar um post significar alguma coisa para alguém?

Aveiro By Water video

Facebook: like + dislike = ?

arquivos

Fevereiro 2013

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Quarta-feira, 30 de Junho de 2010
UA em Realidade Aumentada

Os navegadores de realidade aumentada são uma área em expansão nos telemóveis de nova geração. Com este tipo de tecnologia é possível, em tempo real, criar camadas de informação que são sobrepostas sobre imagens vídeo do mundo real.


Os projectos que tenho seguido com mais atenção são o Wikitude e o Layar. Mas existem muitos outros que exploram diferentes abordagens ao nível da interacção e da visualização das camadas de informação adicional.


Ao testar o Layar tive a possibilidade de perceber como a abordagem por layers torna simples e acessível e desenvolvimento de uma camada de informação específica para um determinado contexto. Com os tutoriais disponibilizados é mesmo possível desenvolver uma layer sem grandes conhecimentos técnicos ( basicamente é necessário saber criar uma BD em MySQL e disponibilizar o alojamento para um ficheiro PHP).


O que é interessante nesta abordagem do Layar, cujo browser considero ter algumas limitações ao nível da visualização da informação, é tornar tão acessível o desenvolvimento de uma aplicação de realidade aumentada que, para muitas pessoas, ainda é um território totalmente desconhecido e, aparentemente, de uma complexidade tecnológica muito elevada.


Aproveitando esta aprendizagem, decidi lançar um desafio extra à equipa do SAPO Campus do labs.sapo/ua e aos SRE da UA: juntar elementos das duas equipas e, numa tarde, construir de raiz uma layer para a Universidade de Aveiro. Para além do resultado final que foi atingido com mais de 50 POIs catalogados na UA, esta actividade extra teve o mérito de quebrar temporariamente com algumas rotinas que se vão instalando e, também, permitir um contacto mais directo e pessoal entre pessoas que muitas vezes apenas comunicam utilizando meios electrónicos.



Quem possuir um iPhone ou um Android pode instalar o Layar que é gratuito. Quando visitarem a UA ou Aveiro, podem consultar a layer "Universidade de Aveiro" e obter informação sobre os edifícios e alguns dos serviços mais relevantes (onde comer, multibancos, transportes, parafarmácia,...). A informação disponibilizada permite, por exemplo, descobrir a localização dos edifícios, obter informação sobre os arquitectos, consultar as páginas Web dos departamentos, telefonar para as secretarias, ver os álbuns de fotografias publicados no SAPO Campus, encontrar o melhor caminho para chegar a um local,...


Pessoalmente, gostei do resultado final! Gostei também da meta temporal ter sido atingida e por isso não ter implicado um desvio significativo do nosso roadmap. Mas ainda gostei mais do desafio e do modo como foi recebido pelas duas equipas! Parabéns a todos!


Vamos repetir este tipo de iniciativa? Há mais pessoas/serviços na UA interessados em participar? 



tags: , , , , ,

publicado por carlossantos às 10:56

7

De bruno-abrantes a 30 de Junho de 2010 às 11:46
Eu gostei! Foi uma actividade diferente, sem pressão, onde acho que nos divertimos todos. Mais coisas deste género serão muito bem-vindas :)


De rodolfo a 30 de Junho de 2010 às 12:43
Concordo com o Bruno, foi uma actividade interessante e o resultado foi muito positivo!

Estamos prontos para o próximo desafio, o que se segue? :)


De pmac a 30 de Junho de 2010 às 14:09
Tenho de concordar com os colegas. Foi um trabalho interessante em que foi possível ver resultados muito depressa, o que é sempre motivante. Se surgir novos desafios e a equipa dos SCIRP (Serviços de Comunicação, Imagem e Relações Públicas) - anteriormente denominada SRE - puder ajudar, podem contar connosco!


De silvinafelix a 1 de Julho de 2010 às 11:16
Parabéns pela iniciatica!! Gostaria de participar da próxima vez que o fizerem, pois irá me ajudar num projecto que estou neste momento a desenvolver.


De carlossantos a 1 de Julho de 2010 às 11:26
Obrigado Silvana. Quando surgir um novo desafio vamos divulgar.


De Liliana a 3 de Outubro de 2010 às 21:36
Obrigado pelo link dos tutoriais =)

O que era mesmo óptimo era ver tabelas do workbench para além do código SQL (complicado para quem está a iniciar) mas já é bom encontrar tutoriais step by step.

Votos de bons projectos para o SAPO CAMPUS.


De carlossantos a 4 de Outubro de 2010 às 09:48
Obrigado Liliana.

O código SQL em questão permite criar automaticamente toda a estrutura da BD. Na verdade, para colocar em prática o primeiro tutorial nem é preciso perceber a estrutura. Para o segundo já é necessário fazer umas alterações que passam por adicionar uns campos e alguns queries.


Comentar post

mais sobre mim
tags

todas as tags

links
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post